domingo, 27 de março de 2011

Inside my world


Onde estão todos? Para onde foram meus amigos? Para onde foi minha família? Onde vocês se esconderam? Onde estou? Quem sou eu? Tantas perguntas que não consigo encontrar as respostas, tão difícieis que nem sei se vou encrontra-las antes de dar o meu adeus ao mundo, ao meu mundo, pois já me desliguei de tudo, ou pelo menos quase tudo deste mundo material, hoje estou no mundo feito por mim onde eu escolho quem vive e quem morre, mais neste mundo eu  vivo só, com minha guitarra tocando minhas melodias que me trazem as boas lembranças que eu não quero esquecer, e melhor do que isso é como se tivesse o poder me levar de volta no tempo me fazendo passar por aqueles momentos novamente quantas vezes for preciso, mais infelizmente toda musica tem o seu fim, me trazendo de volta ao presente, voltei ao meu mundo, olhando ao redor vejo que na verdade num estou sozinho em meu mundo existem pessoas que parecem que estão se formando em meu mundo, chegando como corvos, e me mostrando suas verdadeiras indentidades, algumas pessoas parecem mais nítidas para mim, nossa algumas eu posso ver, são algumas pessoas do mundo material, como conseguiram chegar aqui no meu mundo? Hum acho que intendi, em meu mundo só entra as coisas mais importantes, essas pessoas do meu mundo material estão conseguindo entrar para esse meu mundo de pouco em pouco estão me mostrando a importância me minha existência para elas e mostrando a importância de suas vidas para mim, essa é a chave para meu mundo, vendo essas pessoas se formando me sinto melhor, me sinto uma pessoa melhor, me sinto feliz, "me sinto importante pois não estou mais só...".


"This is the darkness in my darkness."

segunda-feira, 21 de março de 2011

The darkness in my darkness.

Não sei como começar, nem como terminar, apenas sei que aqui vai estar algum dos meus sentimentos escondidos por mim mesmo, até hoje eu quero saber o por que todos são diferentes de mim, ou melhor o por que eu sou diferente de todos eles, e o por que essa cede de ser diferente cresce cada dia mais, queria saber se isso influenciou em minhas atitudes, de vez em quando me lembro de quando eu era pequeno, tinha ideias totalmente diferentes das de hoje, vendo meu passado e vendo o meu presente não sei se eu me sinto bem ou mal, as vezes olhando para trás me vejo um menino tão bom, feliz com qualquer coisa e otimista alem de tudo, e olho para frente e vejo um louco, com ideias absurdas, chato, não digo triste, mas fechado para grandes felicidades, e pessimista para tudo. Mas de vez em quando tenho uma ideia totalmente diferente, olho para trás e vejo um menino bobo, inocente, e sem coragem de tentar alcançar os sonhos mais difíceis, e olhando para frente olho o meu eu mais interessante, disposto a tentar realizar os sonhos mais difíceis e absurdos que eu tenho, apenas uma coisa conseguiu ser mais forte e se manter diante dessa mudança, que é ver sempre as pessoas bem sorrindo, me sinto até um idiota a vezes por me preocupar mais com os outros doque comigo mesmo, mais isso que me faz bem e mais forte para levantar mais um dia da minha cama e começar um novo dia. Mais que seja se minha vontade de ser único, diferente, especial, trouxe essas mudanças, então ainda vai haver outras, só torço que sejam sempre para o meu bem e para do bem dos outros também por que este sim é o meu verdadeiro sonho "ser diferente".

"This is the darkness in my darkness."